23 de dez de 2014

Cine em Cartaz! #32


Top Surprise!

Quem viveu a aurora dos CD no Brasil deve se lembrar desse clássico. Top Surprise era uma coletânea de músicas de cunho mais dançantes. Ali você encontrava ícones da música dance dos anos 90, como Master Boy, Dr. Alban, Double You e DJ Company. Lembro que eu não cheguei a tê-lo, mas pessoas próximas a mim o tinham e "furei" de tanto ouvir. Um ponto que me chama a atenção é que, em meio a tantas músicas dançantes, os caras colocaram um The Breeders com Cannonball. Breeders é uma banda de rock, a não entra muito bem no contexto da coletânea. Mas enfim. Top Surprise foi uma das primeiras coletâneas em CD e com certeza deve ter ficado gravada na memória de muita gente.



P.S: Ainda teve o volume 2.




27 de ago de 2014

De Onde Surgem As Estórias Infantis?

Todos nós fomos um dia crianças, e alguns de nós conseguem permanecer com pelo menos o espírito de criança. Dessa forma , acredito que todos tivemos contato com algum tipo de estória infantil. Alice no País das Maravilhas, O Gato de Botas, O Sítio do Pica-Pau Amarelo, enfim. E acredito que boa parte delas não surgiu simplesmente como obra do acaso na mente de seus criadores. Houve alguma peça de inspiração para que fossem criadas. Ao circular pela grande rede de computadores, por acaso me deparei com a foto abaixo e, buscando mais, com a fantástica história por trás dela.

Antes que alguém fale, também não concordo com animais acorrentados. O fato é que a imagem mostra o tenente Harry Colebourne, do Royal Canadian Army Veterinary Corps com um ursinha preta. Harry a comprou-a em uma parada na cidade de White River, Ontario, por 20 dólares, provavelmente do caçador que havia matado sua mãe, por volta de 1915. Ela foi levada para Inglaterra e se tornou mascote não oficial do regimento. Harry a batizou com o nome de sua cidade natal, Winnipeg. Com o fim da primeira grande guerra, o destino provável de Winnipeg seria o retorno para o Canadá, mas o tenente Harry decidiu que ela ficaria no Zoológico de Londres, onde já se encontrava e tinha um público que a gostava muito. Dentre os admiradores da ursa estava o filho de A. A. Milne, Christopher Robin Milne.

A. A. Milne e Christopher Robin Milne
O menino Chritopher era tão fã da ursa Winnipeg que resolveu mudar o nome do seu urso de pelúcia "Edward Bear" para "Winnie The Pooh". 'The Pooh" veio de um cisne chamado "Pooh". Qualquer semelhança nesse caso não é mera coincidência. 

A. A. Milne, Christopher Robin Milne e "Winnie The Pooh"

Estava aí a inspiração que A. A. Milne precisava para criar a estória de Christopher Robin e seus amigos. Para nós da terra brasilis, eu estou falando das aventura do Menino Cristóvão, Ursinho Puff, Tigrão, Abel, Leitão, Dentucinho, Sra. Can, Bisonho e Corujão. Cara, isso é fantástico. E como se não bastasse, todos os personagens não humanos da estória são baseados nos bichinhos de pelúcia do Christopher real.

Apresentando Sra. Can, Ursinho Puff, Bisonho, Tigrão e Leitão originais.


Não bastando, o local onde se passa a estória também é inspirado em um lugar real. O chamado "Bosque de Cem Acres" onde a estória se passa deriva  de um bosque de quinhentos acres na floresta Ashdown, em East Sussex, sudeste da Inglaterra. Milne vivia no limite norte da floresta, na Fazenda Cotchford. Lá costumava levar seu filho Christopher para caminhadas. E. H. Shepard Desenhou as paisagens de Ashdown que serviram de ilustração para os livros de Pooh. Nas palavras do próprio Christopher:

"A Floresta de Pooh e Ashdown são idênticas. A ponte de madeira em Ashdown, onde Pooh e Leitão inventaram o Poohsticks, é uma atração turística"

No mínimo sensacional tudo isso.